VERMELHO OBSESSÃO

“Acordei com a sensação que pássaros invadiam meu quarto, o que bem poderia ser possível, já que por várias vezes deixo a janela aberta para dormir sob a influência direta da lua. Não me mexi, tampouco abri os olhos para confirmar aquela impressão, permaneci no estado entre o despertar e o sono, numa margem frágil em que não se sabe se o que nos acomete é sonho ou realidade. Então, escutei tua voz sussurrando ao meu ouvido, você me chamando de meu amor, o que de imediato me deixou a pele eriçada e os bicos do peito enrijecidos. Incrível como o tom da sua voz exerce poder sobre minha estrutura, minhas moléculas se agitam na frequências do que dizes, como se elétrons pulassem de camada em camada, e a energia dos átomos do meu corpo se elevasse a máxima potência e eu fosse capaz de gozar apenas com a vibração das tuas palavras. 
Foi isso. Não sei que distância estavas de mim naquele exato momento, já que não sabia notícias sua já fazia dias, mas isso tão pouco importava, porque nesse espaço onírico, nossos mundos se aproximavam como se dois planetas estivem indo um contra o outro, prontos para se chocarem, embora ali, o caso fosse outro… esses dois mundos jamais iriam se colidir senão se sobreporem na interlocução química das forças de atrações. Não saberia dizer que fenômeno era aquele, sei apenas que gozei escutando você me pedir para sentir os lábios da minha boceta na tua boca e me dizendo que por fim iria me penetrar, porque não havia mais galáxia, nem universo que confluísse para outro lugar se não o nosso desejo.”
VERMELHO OBSESSÃO


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s